Notícias

BSI reestrutura negócios para melhorar atendimento

O mercado financeiro e a BSI Tecnologia estão diretamente ligados. Atualmente, aproximadamente 90% do faturamento da empresa são providos pelo setor. Para atender a demanda de clientes, foi necessário desenvolver sua estratégia a partir de dois grandes pilares: o foco do conhecimento do negócio de cada cliente e, de outro lado, o domínio completo de uma família de tecnologias para suportar a diversidade de plataformas do ambiente de TI de seus clientes.

Dentro do segundo pilar está o mercado de outsourcing e a necessidade de entender novas tecnologias e soluções. Ogarito Lopes, presidente da BSI, explica que a expertise da empresa pode ser o ponto de partido para as novas ofertas exigidas pela mudança de comportamento de mercado

A orientação do conhecimento de clientes é estruturada em sete torres de negócios: integração de sistemas, customer experience, cloud computing, consulting, gestão de capital humano, Business Intelligente (BI) e soluções. “Nós temos uma estrutura que chamamos de sala de conhecimento, que faz uma diferença brutal quando organizamos os nossos projetos e analisamos as nossas ofertas para os clientes”, explica Lopes.

Cada torre tem sua especialidade. Por isso, a companhia desenvolveu um grupo de profissionais com capacidade multidisciplinar, como uma área de inovação, para a pesquisa de alternativas tecnológicas e entender as características de negócios de cada cliente. Além disso, foram criados comitês (de ofertas, bancos, seguros, cartões) com executivos do segmento de negócios para a definição de melhor oferta.

Na torre customer experience, por exemplo, a BSI oferece soluções para o relacionamento das instituições financeiras com seus clientes, desde aplicações para segurança, como biometria, até redes sociais.

Uma das grandes apostas da empresa está no setor de cloud computing, que está em curva de amadurecimento no Brasil. Para isso, a companhia adquiriu a Katena Cloud Computing, no segundo semestre do ano passado.